O que perguntar ao médico após o diagnóstico de câncer de colo do útero?

Pode ser difícil saber o que perguntar quando o médico diz que você tem câncer de colo do útero, ainda mais devido ao impacto da notícia. Mas é importante que você aproveite ao máximo as consultas para esclarecer todas as suas dúvidas com o especialista, por mais banais que possam parecer. Isso é muito importante para que você entenda todo processo pelo qual vai passar e os efeitos para decidir, junto com o seu médico, qual o tratamento mais indicado para o seu caso.

Veja algumas questões para você considerar:

Tipo de câncer – você pode perguntar ao seu médico que tipo de câncer de colo do útero você tem e quais são as características desse tipo de tumor.

Extensão do câncer – assim como outros tumores, o de colo do útero é dividido em vários estágios, que descrevem se o câncer é inicial ou avançado. É importante saber qual o seu caso, o que isso significa e se o seu câncer se espalhou para outras partes do corpo.

Opções de tratamento – não hesite em pedir informações detalhadas a respeito de suas opções de tratamento e quais são os benefícios, efeitos colaterais e riscos de cada um. Pergunte ainda que método ele recomenda para o seu caso e por quê. Sobre esse assunto, você também pode perguntar:

  • O tratamento discutido poderá curar o seu tumor?
  • Quanto tempo o tratamento vai durar?
  • Quanto o tratamento vai custar?
  • Você terá que ficar no hospital?
  • Você vai ficar sonolenta durante o tratamento? Caso positivo, como isso pode ser administrado para que você possa desempenhar suas atividades diárias?
  • Sua vida sexual será afetada?
  • Sua fertilidade será afetada? Quais são suas opções de tratamento se você ainda quiser engravidar no futuro?
  • Quais são as chances do câncer voltar após o tratamento?
  • Com que frequência você terá que fazer check-ups?
  • Existe alguma terapia complementar que pode ajudá-la?

Mudanças no estilo de vida – também pergunte se você deve seguir uma dieta especial, praticar atividades físicas ou cortar algum hábito (por exemplo, tomar bebidas alcoólicas).

Suporte emocional – se você está com dificuldade de lidar com o diagnóstico de câncer de colo do útero ou não sabe como contá-lo aos seus familiares, pergunte ao seu médico o que você pode fazer a respeito. Ele poderá indicar grupos de apoio ou o um profissional especializado para que você tenha suporte psicológico.

Segunda opinião – muitas pessoas têm receio de ofender o médico caso peçam que ele recomende outro especialista para dar uma segunda visão sobre a sua doença.

Mas não há nada de errado nisso, ainda mais se contribuir para deixar você mais segura.

 

Conteúdo relacionado no Mulher Consciente

Referências

Você também pode gostar